Ambientalistas estão alertando para o aumento significativo da poluição ambiental que a pandemia pode estar causando. Rios e mares estão recebendo grande quantidade de máscaras cirúrgicas e luvas de borracha descartadas indevidamente pelo mundo todo. O grupo de conservação OceanAsia têm denunciado esse problema na Ásia: “São usados para evitar um problema, e acabam causando outro”.

Segundo Doug Cress, vice-presidente de Conservação da ONG Ocean Conservancy, as pessoas vem descartando 129 bilhões de máscaras e 65 bilhões de luvas plásticas todos os meses no meio ambiente. Muitas dessas máscaras e luvas acabam parando no oceano.

“A luva ou a máscara que você tira e casualmente descarta, porque acredita ser importante para a sua segurança, pode ser facilmente a luva ou a máscara que mata uma baleia [..] Devemos entender que um simples ato de indiferença ou autoproteção pode ter um efeito tremendamente deletério na outra ponta”, diz.

Já a ONG americana Clean This Beach Up, de Miami, criou um desafio e arrumou uma maneira de colaborar com o descarte indevido de luvas e máscaras. A ideia foi batizada de #TheGloveChallenge (desafio da luva). O objetivo é incentivar as pessoas a postarem fotos descartando as luvas e máscaras usadas de uma forma correta.

Em pouco tempo, o desafio tomou uma grande proporção e hoje já se tornou mundial. Para se ter uma ideia, a iniciativa recebeu mais de 2 mil fotos em poucos dias, de várias partes do planeta. Mas, por outro lado, o descarte errado é muito preocupante. Plásticos e borrachas são materiais que demoram muito tempo para se decompor e causam danos ambientais sérios, além de serem ingeridos por animais marinhos.

Para ter a rastreabilidade e transparência no descarte de resíduos da sua empresa, é necessário ter controle da sua gestão. Isso é possível com a nossa plataforma digital meuResíduo. Solicite uma demonstração gratuita pelo link: http://meu-residuo.rds.land/solicite-uma-demonstracao

POSTS RELACIONADOS:

Relacionadas