VOCÊ CONHECE O PRINCÍPIO DOS 3 R’s?

29 de Janeiro de 2019

VOCÊ CONHECE O PRINCÍPIO DOS 3 R’s?

Os 3 R’s consistem em ações práticas que visam minimizar o desperdício de materiais e produtos e estabelecer uma relação mais harmônica entre seres humanos e a natureza.

Ao adotar os 3 R’s em nosso cotidiano é possível reduzirmos gastos e ao mesmo tempo contribuirmos com o desenvolvimento sustentável, mas antes é importante conhecermos o significado dos 3 R’s:

  • Reduzir significa consumir menos produtos e optar por aqueles que geram a menor quantidade possível de resíduos e tenham maior durabilidade. São exemplos de atitudes que visam à redução do desperdício: reduzir o consumo de água, economizar energia elétrica, escolher produtos que venham com menos embalagens e são mais duráveis.

  • Reutilizar é dar novo uso a um material que já foi usado, ou seja, reutilizá-lo ou doá-lo para alguém que possa utilizá-lo. Por exemplo: papéis podem ser utilizados em bloco de rascunho, garrafas podem se tornar objetos de decoração, potes podem ser utilizados para guardar alimentos. A água é outro recurso que deve ser reutilizado, como por exemplo, a água que sobra da lavagem das roupas pode ser utilizada para lavar calçadas e a água da chuva pode ser armazenada para lavar o carro, utilizar no quintal e para regar as plantas. Reutilizando, geramos uma boa economia doméstica, além de estarmos colaborando para o desenvolvimento sustentável do planeta.

  • Reciclar envolve a transformação dos materiais para a produção de matéria-prima, ou seja, é fabricar um produto a partir de um material usado. Para isso, é fundamental que a separação dos resíduos ocorra dentro das nossas casas e trabalho. Os benefícios da reciclagem são muitos, iniciando pela economia de matéria-prima, de energia e de água, eliminando assim a necessidade de extrair novos recursos naturais.

Os 3 R’s apesar de ainda serem atitudes voluntárias de algumas pessoas, já mostram serem ações inevitáveis a se seguir no futuro, pois problemas como a escassez de recursos naturais, poluição do ar e da água e aumento da geração de resíduos têm se intensificado cada vez mais.