O que são resíduos perigosos

16 de Maio de 2017

O que são resíduos perigosos

São várias as formas para a classificação de resíduos: em razão de sua natureza (seco e molhado), por sua composição química (matéria orgânica e matéria inorgânica), etc. No Brasil a classificação adotada é regulada pela NBR 10004 - Classificação de Resíduos Sólidos, que segue o critério dos riscos potenciais ao meio ambiente.

Os resíduos perigosos fazem parte da classe 1 e são aqueles tipos de material que apresentam riscos à saúde pública e ao meio ambiente, exigindo tratamento e disposição especiais em função de suas características de inflamabilidade, corrosividade, reatividade, entre outras.



Os resíduos perigosos são acumulados diariamente nos domicílios e empresa e, infelizmente, tem seu descarte feito de maneira ainda irregular. O descarte incorreto de resíduos perigosos é capaz de contaminar o solo e lençóis freáticos. Isso acaba colocando em risco a saúde de pessoas e do meio ambiente, visto que uma grande parte deste tipo de lixo contém substâncias químicas muito perigosas em sua composição como, por exemplo, metais pesados.

Para a reversão de problemas causados pelo descarte incorreto é preciso começar pelo incentivo de instrução da população, bem como a correta punição para aqueles que infringirem a lei e colocam em risco a saúde da população e do meio ambiente.

São considerados resíduos perigosos:


  • Restos de tinta (são inflamáveis, podem ser tóxicas);
  • Material hospitalar (são patogênicos, tem material genético de outra pessoa e você não sabe se alguma bactéria presente ou algum vírus pode te contaminar);
  • Produtos químicos (podem ser tóxicos, podem ser reativos, isto é, reagir com alguma outra substância e causar incêndio ou serem corrosivos também);
  • Produtos radioativos;
  • Lâmpadas fluorescentes (elas têm dentro do vidro, o mercúrio, que é considerado metal pesado e bioacumula, contaminando o ambiente que ela for jogada, pois o mercúrio solto na natureza contamina outros organismos causando problemas para o metabolismo de quem absorver);
  • Pilhas e baterias (têm vários metais em sua composição que podem ser corrosivos, reativos e tóxicos dependendo do ambiente)

Esse tipo de resíduo necessita de tratamento especial e sua gestão adequada é o primeiro passo para que as empresas contribuam para um meio ambiente mais saudável. Por isso, os resíduos perigosos, não só devem ser armazenados separadamente, como também ser transportados em diferentes veículos, que precisam possuir placa de identificação e receber uma destinação final específica e adequada.

É de suma importância tratar os resíduos perigosos de forma cuidadosa e com muita atenção às necessidades especiais de armazenamento e descarte que eles demandam. Assim como o poder público e privado, cada indivíduo dentro da sociedade deve estar ciente em fazer a sua parte quando o quesito é proteger o planeta das consequências do consumo humano.