Influência dos resíduos sólidos nas mudanças climáticas

19 de Janeiro de 2017

Influência dos resíduos sólidos nas mudanças climáticas

Como sociedade, nós estamos consumindo os recursos naturais de forma intolerável. O problema de maior fundamento deste consumo desenfreado são as perigosas mudanças climáticas.

A redução da geração de lixo é um importante fator que contribui para a minimização dos problemas ambientais. É fundamental que todas as pessoas em suas comunidades, os governantes e as indústrias se tornem socialmente responsáveis:
• os produtores deveriam fazer produtos recicláveis, com embalagens que geram menos lixo e que sejam ecologicamente corretas;
• os consumidores deveriam adquirir produtos com menos embalagens, e comprar apenas o que é necessário, deixando de lado o consumo excessivo, além de utilizar bolsas de pano para fazer compras e evitar os sacos plásticos, também é importante aderir ao sistema de separação dos resíduos gerados de forma individual, para que cada um faça sua parte;
• as autoridades governantes deveriam incentivar programas de coleta seletiva, separação e reciclagem do lixo, além de promover mais e mais propagandas educativas que incentivem os consumidores a ter uma visão mais consciente sobre os problemas gerados pelo lixo e sobre as atitudes que devem ser tomadas para minimizá-los;
• as indústrias deveriam introduzir a reciclagem na etapa produtiva e evitar o desperdício de matéria-prima.

As mudanças climáticas podem ter causas naturais ou podem ser consequência das atividades humanas. O IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas), órgão das Nações Unidas que é responsável por produzir informações científicas, afirma que há 90% de certeza que o aumento de temperatura na Terra está sendo causado pela ação do homem.

Os resíduos e as emissões de gases
Nos lixões e aterros controlados ou sanitários, o gás metano liberado – que por parte do lixo é proporcional à população - é queimado por medida de segurança, pois ele pode pegar fogo e há o risco de explodir. No entanto, quando o gás metano é queimado, forma-se o gás carbônico, que contribui para o aumento do efeito estufa. O CO2 é o gás que tem maior contribuição para o aquecimento global, pois representa mais de 70% das emissões de gazes de efeito estufa (GEE) e o seu tempo de permanência é de no mínimo cem anos, resultando em impactos no clima ao longo de séculos.

Como as emissões podem ser reduzidas?
- Recuperação de metano nos aterros
- Incineração de resíduos com recuperação de energia
- Compostagem
- Reciclagem
- Minimização de resíduos.

ATITUDE!
Mudanças no estilo de vida e padrões de comportamento a respeito podem contribuir para diminuição das mudanças climáticas. O que tem provocado o aumento excessivo de emissão de GEE em grande parte são as atividades humanas, em busca do desenvolvimento econômico e do conforto da vida moderna. Dessa maneira, para evitar os efeitos negativos no clima e na qualidade de vida das próximas gerações, medidas devem ser tomadas imediatamente.

Investir em projetos de coleta seletiva e reciclagem são de suma importância para que além de se reduzir a produção de lixo seja possível acontecer um aumento na reutilização dos resíduos gerados.

Você faz a sua parte?