Como garantir a transparência e a rastreabilidade na gestão de resíduos

10 de Setembro de 2019

Como garantir a transparência e a rastreabilidade na gestão de resíduos

O gerenciamento dos resíduos sólidos é uma questão estratégica e legalmente abordada pela Política Nacional dos Resíduos Sólidos (PNRS). O objetivo da PNRS é definir a ordem de prioridade de acordo com cada tipo de resíduo, além de indicar alternativas tecnológicas para o seu devido tratamento e/ou destinação. Através dessa lei, todos têm a sua responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida do produto, podendo dessa forma ser interpelados sobre a sua rastreabilidade.

Além disso, com o controle da gestão de resíduos, as empresas podem obter oportunidades como a identificação de ineficiências no processo produtivo, a redução de custos e desperdícios, bem como aumentar as receitas através da venda de recicláveis. Principalmente nesse momento de instabilidade econômica que vivenciamos, onde esse cuidado pode estabilizar os custos da organização, despertar inovações, aperfeiçoar os processos, gerando economia e lucratividade.

No entanto, esse controle ainda costuma ser feito através de planilhas em Excel, documentos em Word e papéis, o que acaba dificultando a geração de indicadores de forma rápida e eficiente e até mesmo ocorrendo a perda de dados quanto à gestão. Por isso devemos estar atentos a seguinte premissa “Para gerenciar, é necessário medir”, só assim poderemos tomar as devidas ações corretivas. Se esses dados não estiverem centralizados, quanto tempo será necessário para juntá-los e decidir pelo melhor para a sua organização.

Deste modo, o software de gestão de resíduos meuResíduo, contempla desde a geração até a destinação. Ele controla qual o resíduo, fonte geradora e a quantidade que foi gerada, os períodos, bem como as formas como foi destinado. Demonstrando assim a transparência das informações, a rastreabilidade dos dados, as evidências coletadas, a necessidade de tomada de ação, entre muitas outras oportunidades que sua organização pode estar precisando nesse exato momento.

Além disso, gera automaticamente alguns documentos que são obrigatórios no processo e exigidos pela legislação ambiental. Desta forma, é possível criar metas para prevenção, redução, reciclagem, reutilização e destinação adequada dos resíduos sólidos.

Diversos controles são possíveis através do software meuResíduo, dentre eles:

Controle de documentos

Para evitar penalidades ambientais é importante que a empresa esteja sempre em dia com a documentação referente às suas licenças, alvarás e certidões. Além de monitorar os prazos sobre seus documentos, é possível controlar licenças de fornecedores que prestam serviço de coleta, transporte, tratamento e destinação final dos resíduos gerados.

Emissão de documentos de forma automática

A legislação ambiental exige a emissão de alguns documentos para a gestão de resíduos. Documentos como o Manifesto de Transporte de Resíduos, a Ficha de emergência, bem como o envelope podem ser gerados automaticamente através do meuResíduo.

Controle da geração, armazenamento e destinação de resíduos

Manter todas as informações atualizadas em um ambiente seguro e acessível é importante uma vez que a organização deve comprovar o transporte e destinação final dos resíduos para os órgãos ambientais.

Todos os dados da geração, armazenamento e descarte de resíduos ficam centralizados no software, onde podem ser visualizados e monitorados por meio de relatórios gerenciais e gráficos em tempo real, servindo de base para tomada de decisões e disponibilização de informações para órgãos ambientais. Evitando perda de informações e falhas no processo, contribuindo assim para todo o processo, evitando que as empresas sofram sanções pelo não cumprimento da legislação. E além disso, permite economia, rentabilidade, confiabilidade, boas práticas e estimula a confiança entre a sua organização e os órgãos ambientais.