Como evitar a falta de controle de volume e tipo de resíduo coletado

06 de Janeiro de 2017

Como evitar a falta de controle de volume e tipo de resíduo coletado

A Política Nacional de Resíduos Sólidos - criada pela Lei nº 12.305 - propõe melhorar a gestão do lixo a partir da divisão de responsabilidades entre a sociedade, poder público e iniciativa privada. Durante muito tempos resíduos sólidos não receberam muito recursos, nem atenção das entidades, já que as prioridades sempre foram o abastecimento de água e o tratamento do esgoto.

De qualquer maneira, vem sendo dedicado tempo e importância aos resíduos sólidos , a fim de lidar de forma preventiva com o impacto ambiental. Aspectos na abordagem ambiental ligados à veiculação de doenças, à saúde pública e a contaminação de cursos d'água e lençóis freáticos. Além do crescimento populacional e urbano, associado ao desenvolvimento promovido pelas mudanças nos padrões de consumo, estão cada vez mais aumentando os volumes gerados de resíduos.
É através da coleta seletiva e da reciclagem que conscientizamos a população sobre o problema do desperdiço dos recursos naturais e da poluição que causamos à natureza.

A coleta, o tratamento e a destinação final dos resíduos constituem em um dos grandes problemas das cidades brasileiras. Para controlar a quantidade de resíduos gerados e descartar de maneira correta, o gerenciamento desse material deve ser feito de com eficiência, inteligência, logística e automatização.

Reciclagem
A reciclagem significa o processo de transformação de um material - o qual tem a primeira utilidade finalizada - em outro produto independente do produto que era inicialmente. O incentivo da reciclagem de materiais se torna mais indispensável a partir da necessidade de poupar e preservar os recursos naturais, visando a possibilidade de minimizar resíduos, reduzindo o volume a ser transportado, tratado e descartado. Através da reciclagem, é possível reduzir os problemas ambientais e de saúde pública, assim como os econômico-sociais decorrentes da disposição inadequada de resíduos sólidos.
Benefícios:
• diminuir a exploração de recursos naturais e o consumo de energia
• economiza a matéria -prima
• melhorar a limpeza da cidade e a qualidade de vida da população
• gera receita pela comercialização dos recicláveis
• contribui para a valorização da limpeza pública e para formar uma consciência ecológica
• alivia os aterros sanitários

Coleta Seletiva
A Coleta Seletiva é parte que integra e auxilia qualquer projeto de reciclagem, e quando bem gerenciada contribui decisivamente para aumentar sua eficiência. Quando se fala em reciclagem de resíduos sólidos, os resultados superam algumas expectativas. Sem essa prática de coletar de forma seletiva não é possível reciclar nenhuma material.
Hoje já é possível encontrar lixeiras de coleta seletiva em supermercados, condomínios, alguns estabelecimentos, universidades, lojas e na rua. As lixeiras seguem um padrão de cores da Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente): azul para papéis, vermelho para plásticos, verde para vidros, amarelo para metais, preto para madeiras, marrom para resíduos orgânicos e cinza para resíduos gerais não recicláveis.


Os benefícios conquistados contemplam o meio ambiente, as comunidades menos favorecidas, órgãos públicos, empresas privadas, organizações não governamentais e outros.

Logística Reversa
A Logística Reversa é uma estratégia que permite um aumento de participação da empresa no mercado além da conscientização e destinação ambientalmente adequada que um produto pode trazer ao consumidor. É um processo que pode ser dividido em várias etapas: envolve compra e venda, devolução de mercadoria por motivo de desistência ou de defeito e, finalmente, se preocupa com o destino de um produto ao final de sua vida útil. A preocupação da Logística Reversa é fazer com que esse material, sem condições de ser reutilizado, retorne ao seu ciclo produtivo ou para o de outra indústria como insumo, evitando uma nova busca por recursos na natureza e permitindo um descarte ambientalmente correto.

O gerenciamento do serviço de coleta regular de resíduos que envolve reciclagem, coleta seletiva e logística reversa torna-se necessário, uma vez que, contribui para a educação sanitária e ambiental visando a sua colaboração para o processo de mudança de atitudes e práticas das pessoas quanto ao manejo dos resíduos que precisam ser descartados.


Curiosidades:
Você sabia que:
Uma tonelada de alumínio reciclado evita a extração de 5 toneladas de minério.
100 toneladas de aço reciclado poupam 27 kWh de energia elétrica e 5 árvores usadas como carvão no processamento de minério de ferro.
100 toneladas de plástico reciclado evitam a extração de 1 tonelada de petróleo.