A IMPORTÂNCIA DA SEPARAÇÃO CORRETA DOS DIFERENTES TIPOS DE RESÍDUOS

05 de Dezembro de 2018

A IMPORTÂNCIA DA SEPARAÇÃO CORRETA DOS DIFERENTES TIPOS DE RESÍDUOS

A separação dos resíduos de forma correta faz toda a diferença na preservação do meio ambiente, pois ela evita que muitos materiais recicláveis acabem em aterros ou lixões.

A reciclagem economiza recursos naturais, evita a poluição do solo e da água e gera renda para muitas famílias que dependem dos resíduos sólidos descartados para sobreviver, mas para que ela aconteça é fundamental sabermos como realizar a separação dos resíduos. Sendo assim, vejamos:

  • Papel: Praticamente todos os tipos são recicláveis, entre eles: papelão, jornais, revistas, livros, caixas do tipo longa-vida, cartolina e papéis limpos;

  • Plástico: São plásticos recicláveis as sacolas plásticas, garrafas PET, tampinhas de garrafa, brinquedos, embalagens de produto de limpeza, embalagens plásticas em geral e isopor;

  • Vidros: Garrafas, copos e frascos de vidros podem ser 100% reciclados, com exceção das lâmpadas, cerâmicas, espelhos, cristais e vidros temperados;

  • Metais: Podem ser recicladas as latas de alumínio, tampinhas metálicas, pregos, ferragens e cobre;

  • Orgânicos: São exemplos de resíduos orgânicos os restos de alimentos, cascas de frutas e verduras, resíduos de podas e galhos;

  • Rejeitos: Os rejeitos são todos os resíduos que não podem ser reciclados, exemplos: papéis sujos ou engordurados, papel higiênico, embalagens de alimentos sujas ou engorduradas, guardanapos, fotografias, esponjas de cozinha, adesivos;

  • Resíduos especiais: Alguns resíduos gerados nas residências são considerados perigosos e por este motivo não devem ser misturados aos demais. São eles: lâmpadas, pilhas, eletrônicos, baterias, cartuchos e toners. Esses produtos devem ser devolvidos no local da compra ou em ecopontos específicos.

Com uma atitude simples como a de separar os resíduos, geramos grandes resultados e contribuímos para um mundo melhor e mais sustentável para todos!