A diferença entre reciclagem e reutilização de resíduos

12 de Setembro de 2019

A diferença entre reciclagem e reutilização de resíduos

Por mais que pareçam conceitos semelhantes, reciclagem e reutilização são ações completamente diferentes, ambas são importantes e ajudam a manter o planeta mais saudável e sustentável e têm como principais objetivos uma melhor gestão de resíduos, além de combater o desperdício de materiais e contribuir para a diminuição de passivos nos aterros e da exploração de recursos naturais.

O que é reciclagem?

Reciclar consiste em um processo de transformar um produto usado em um novo item. Trata-se de aproveitar o que for possível de um objeto, transformando-o em outro produto que possui uso e valor diferente do apresentado pelo material original. Como exemplo básico de reciclagem, podemos citar as garrafas PET, tão presentes no cotidiano e que podem ser transformadas em outras embalagens e até em tecidos.

Na natureza existe um processo natural de reciclagem acontecendo o tempo todo, por exemplo, restos de plantas e animais mortos se transformam no meio ambiente, se tornando adubos naturais para que outros seres se beneficiem.

Dentre os resíduos recicláveis por outros processos estão também vários tipos de papel, metal, vidro, tecido, plástico e eletrônicos. Todo o processo de conversão desses materiais elimina o desperdício, contribuindo para a redução do consumo de matérias-primas e energia e a poluição dos recursos naturais, além da emissão de gases de efeito estufa. Tornando o processo mais sustentável e econômico do que começar um novo ciclo de produção.

O que é reutilização?

A reutilização, por sua vez, consiste em aproveitar a função de um produto ao máximo, mas sem que ele seja transformado em outro item de consumo. O que pode haver, neste caso, é o aproveitamento de um produto para uma função diferente do original, mas sem que ele perca suas características principais.

Ao reutilizar uma matéria-prima que seria simplesmente descartada em lixões, aterros ou queimada, contribuímos com o meio ambiente, pois esse processo auxilia a reduzir a exploração de recursos naturais que seriam usados para a produção de novos materiais.

Os 3 Rs da sustentabilidade

Os 3 Rs da sustentabilidade - reduzir, reciclar e reutilizar - ajudam a criar uma relação mais harmônica entre o ser humano e o meio ambiente, de modo que o desenvolvimento econômico e social não seja prejudicial à natureza. A reciclagem e a reutilização são conceitos que compõem os 3 Rs que representam as principais atitudes que devem ser adotadas para que os recursos naturais sejam poupados e o desperdício seja diminuído.

Os 3 Rs podem ser aplicados tanto nas casas quanto em nossos trabalhos através de pequenas mudanças de atitude, mas que no final colaboram, e muito, com o meio ambiente. Separar os recicláveis dos demais resíduos, evitar usar copos plásticos e sacolas.

Política Nacional de Resíduos Sólidos

No Brasil, a Lei 12305/2010 também conhecida como Política Nacional de Resíduos Sólidos determina que a gestão de resíduos deve garantir o máximo de reaproveitamento e reciclagem e a minimização dos rejeitos.

A Lei também deixa claro que cada gerador é responsável pelos resíduos que gera e, que estes devem ser segregados na fonte geradora. Um dos principais pontos da lei é que ela exige que muitas empresas implantem um sistema de logística reversa, que permita o retorno dos resíduos à indústria para serem reaproveitados.

A PNRS obriga que alguns setores como os fornecedores de agrotóxicos, pneus, pilhas e baterias devem implementar programas para a coleta e destinação adequada dos resíduos produzidos após o fim da vida útil de seus produtos.

Além disso, na gestão e gerenciamento de resíduos sólidos, deve ser observada a seguinte ordem de prioridade: não geração, redução, reutilização, reciclagem, tratamento dos resíduos sólidos e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos.

Tanto a reutilização quanto a reciclagem são formas de destinação que se complementam, logo devem ser aprimoradas cada vez mais, principalmente dentro das corporações de modo que possibilitam a melhor gestão e aproveitamento de resíduos possíveis, gerando benefícios ambientais, sociais e econômicos.

O meuResíduo tem ajudado cada vez mais empresas a realizar a adequada gestão de resíduos e a se manterem em dia com as obrigações legais. A ferramenta garante a rastreabilidade através do software e app com registro de todas as etapas do resíduo com evidências, da geração ao destino final, disponibilizando informação a toda cadeia.